Ele me chamou e me moldou!

Continuando com os testemunhos que recebemos dos membros de nossa família SanPioTur, hoje temos o relato da Dra. Sônia, no qual ela narra, com todo o carinho que lhe é peculiar, como sua espiritualidade foi sendo moldada ao longo dos últimos oito anos desde que o Senhor a chamou para estar conosco cuidando da saúde de nossos peregrinos e evangelizando com seu testemunho constante.

Se você quiser compartilhar a sua experiência pessoal com os demais membros da nossa família, envie-nos sua história que publicaremos em uma de nossas próximas postagens. E se você ainda não leu sobre a experiência de Maria Cecília, clique aqui e leia sobre seu testemunho de fé ao longo de 14 diferentes experiências na Terra Santa.

Como católica, pisar onde Jesus pisou, onde nasceu, viveu e morreu era um sonho que valia a pena concretizar, mas eu sempre colocava várias dificuldades para adiar uma viagem longa. Evitava qualquer viagem com mais de 2 h de duração. Tinha medo, ansiedade de ficar horas dentro de um avião.

Quando, no início de 2012, fui convidada pela Regina e o Dimaz da SanPioTur, que conheci nos retiros do padre Wilton, coloquei todos os medos nas mãos de Deus e decidi que o momento era aquele.

O período de 14 a 26 de maio de 2012 marcou a minha vida, pois neste período participei da minha primeira peregrinação. Foi para os locais sagrados da Itália e Medjugorje. Voltei outra pessoa. Uma pessoa mais forte, cheia da graça de Deus, renovada, uma cristã melhor, mudei hábitos, deixei de ler livros que não tinham nada de bom para nos ensinar, deixei de assistir novelas, e queria saber mais da vida de Jesus.

Uma grande decisão estava tomada em meu coração: esta não seria a minha viagem de peregrinação, mas sim a primeira de muitas que eu já estava ansiosa em fazer para todos os locais sagrados que me fosse possível visitar. Mas no meu coração cresceu ainda mais o desejo de conhecer a Terra Santa e, atendendo este chamado tão logo retornamos desta peregrinação, me programei e no período de 20 de fevereiro a 08 de março de 2013 realizei este sonho, indo pela primeira vez à Terra Santa.

Cada local sagrado que visitava era muito intenso, cheio de emoções, e além de sentir a energia desses locais, presenciava pequenos milagres nas pessoas e em mim. Às vezes ficava distraída, pedia a Jesus que mostrasse um sinal de que ele estava comigo, e eu recebia esse sinal, através de uma palavra, de uma música, uma oração.

Voltava das viagens e lia todo material que trazia, milhares de fotos, tentando lembrar de cada detalhe, de cada lugar por onde Jesus passou.

Em 2014 fui convidada a fazer parte da equipe da SanPioTur acompanhando alguns grupos como a médica responsável. Eu recebi este convite como um grande presente de Deus, pois assim pude continuar com meu compromisso pessoal de visitar os locais sagrados e ao mesmo tempo colaborar com este trabalho missionário realizado pela SanPioTur. Fazer parte da equipe SanPioTur, viajar com a SanPioTur é diferente de viajar com qualquer outro grupo, mesmo que católico, porque no Retiro Sobre Rodas louvamos a Deus durante todos os deslocamentos. Vivenciamos, sentimos cada momento, cada lugar sagrado, de maneira profunda e verdadeira.

É perceptível a presença de Deus em todos os lugares, e tudo conduz para isto, celebração da Santa Missa diária, sacerdotes e pregadores como diretores espirituais, canções escolhidas para cada momento, torna tudo repleto de pequenas e grandes bênçãos. Dos lugares de peregrinação que já visitei, amo a todos, mas a Terra Santa, talvez por ser a terra que Jesus escolheu como a sua terra, é diferente.

Nada se compara ao tempo precioso que podemos ficar orando sobre a pedra onde Jesus suou sangue, ou ficar de joelhos no monte calvário, ou molhar os pés no mar da Galileia, ou ainda participar de uma Santa Missa no barco sentindo o balanço das águas no mesmo lago onde Ele navegou com seus apóstolos.

E a renovação do batismo nas águas do rio Jordão? É incrível como um grupo todo, trazendo diferentes expectativas, fica completamente alheio ao que se passa ao redor e permanece imerso na sensação de estar na presença de Jesus com os pensamentos elevados e a alma limpa.

A sensação de passar uma noite dentro da Basílica do Santo Sepulcro, participar da Santa Missa ao amanhecer aos pés da Santa Cruz de Jesus, tocar a pedra do túmulo de Jesus.

São muitos acontecimentos que não consigo descrever cada um, mas posso dizer que esses milagres não estavam previstos no roteiro da viagem, simplesmente acontecem. E quanto mais você consegue perceber, mais sensações e sentimentos vão surgindo e acontecendo.

Todo ano retorno à Terra Santa querendo estar outra vez bem pertinho de Jesus e cada vez aprendo um pouco mais e nunca é igual porque os milagres na minha vida vão acontecendo e as pessoas nos grupos são outras e assim a cada peregrinação cresce o número de amigos e irmãos nesta incrível e maravilhosa família SanPioTur.