2021: O Ano de São José

2020-12-27
Espiritualidade

Nesta última postagem de 2020, ano em que vivemos um período espinhoso, mas muito transformador em nossas vidas, queremos prestar a nossa homenagem àquele que juntamente com São Padre Pio é o protetor de nossa obra evangelizadora, e que da mesma forma como velou pelo Menino Jesus, também velou pelo nosso caminhar neste ano tão atípico, nosso amado São José.

O Papa Francisco decretou um ano dedicado a São José, de 8 de dezembro de 2020 a 8 de dezembro de 2021, período em que teremos a oportunidade de obter indulgência plenária especial, que apaga toda pena temporal causada pelo pecado, cumprindo pelo menos um dos 15 passos indicados por sua Santidade, acompanhadas das três condições habituais para lucrar indulgência plenária, que são a confissão sacramental, a comunhão eucarística e a oração pelas intenções do Papa.

Dentre os passos indicados está a participação de um retiro espiritual de pelo menos um dia que inclua uma meditação sobre São José. Por esta razão em todos os nossos Retiros Sobre Rodas de 2021 temos incluídos meditações sobre São Jose e nos Retiros na Terra Santa, principalmente em Nazaré, teremos momentos especiais que nos farão crescer no amor a este santo tão especial, escolhido por Deus para ser o Seu Pai durante Sua vida no meio de nós.

Na Carta Apostólica “Patris corde”, aprovada por sua Santidade com o objetivo de aumentar o amor por São José, o Papa Francisco destaca que depois de Maria, a Mãe de Deus, nenhum Santo ocupa tanto espaço no magistério pontifício como José, seu esposo, e nos lembra quatro momentos na história da Salvação, ocorridos por ação de São José, o qual esteve sempre pronto a cumprir a vontade de Deus manifestada na sua Lei e através de quatro sonhos. A saber:

  • José teve a coragem de assumir a paternidade legal de Jesus, a quem deu o nome revelado pelo anjo; (Mt 1, 19-23).
  • José, para defender Jesus de Herodes, residiu como forasteiro no Egito; (Mt 2, 13-15).
  • Regressado à pátria (Mt 19-21), viveu no recôndito da pequena e ignorada cidade de Nazaré, na Galileia, longe de Belém, a sua cidade natal, e de Jerusalém, onde se erguia o Templo (Mt 2,22-23).

Além das menções acima no Evangelho de São Mateus, e nos capítulos 1 e 2 do Evangelho de São Lucas citando os mesmos fatos, ele é ainda mencionado na passagem da perda e encontro de Jesus no templo, porém nenhuma menção é feita sobre o seu posicionamento, razão pela qual, algumas pessoas diminuem o seu valor e sua virtude porque não consideram o quanto fala alto o silêncio de uma vida oculta aos olhos dos homens, mas resplandecente diante de Deus.

São José teve papel importantíssimo na formação da personalidade de Jesus enquanto pessoa humana. Claro, Jesus é o Filho de Deus. Porém, se analisarmos o comportamento de Jesus do ponto de vista humano, veremos que Jesus foi um menino e um homem que teve um pai presente, piedoso e influente. Um pai que ensinou ao filho o caminho da justiça, da verdade, do amor e do conhecimento da Palavra de Deus.

Não é à toa que São José é chamado de “Justo” no Evangelho (Mt 1, 19). Justo na Bíblia não é apenas quem dá o seu a seu dono, no sentido da justiça distributiva. Justo é o oposto do ímpio, é aquela pessoa que vive segundo a lei de Deus. No decorrer da sua vida, que foi uma peregrinação na fé, José, como Maria, permaneceu fiel até ao fim ao chamamento de Deus.

Peçamos a São José para entrar conosco neste novo ano a ele consagrado, desejando que as lições do Presépio, que ainda estamos vivendo sejam acolhidas e vividas neste novo tempo.

Peçamos a ele para termos um mundo mais justo e fraterno, com a superação da violência, da corrupção e da impureza.

Peçamos a ele para sonharmos com o respeito à verdade e a conversão à verdade, que tem um nome, Jesus Cristo.

Peçamos a valorização do trabalho e das pessoas que trabalham.

Peçamos a ele a justiça realizada a partir da fidelidade a Deus.

Peçamos a ele que possamos sonhar com a glória a Deus no mais alto dos Céus e paz na terra aos homens por ele amados!

Por fim, peçamos um santo e feliz ano de São José a todos nós!