O que é Oração?

2020-08-23
Espiritualidade

Com este artigo, iniciamos uma série preparada pelo nosso estimado padre Erasmo, onde analisaremos as razões de porque a oração deve ter um papel preponderante na vida de todo cristão, sua importância e efeitos em nosso dia a dia e como esta prática cristã nos fará mais íntimos de Deus.

Nesta postagem inicial, busquemos responder à pergunta:

O que é oração?

O Catecismo da Igreja Católica afirma:

A oração, quer saibamos ou não, é o encontro entre a sede de Deus e a nossa. Deus tem sede que tenhamos sede dele (CIC 2560).

A partir dessas palavras do Catecismo entendemos a oração como esse encontro do homem que tem sede de Deus com o seu criador. Esse encontro com Deus é feito através da pessoa de Jesus vivo e ressuscitado. Em Jesus fomos escolhidos por Deus antes da criação do mundo, nele nos tornamos filhos de Deus e recebemos por meio dele o Espirito do Pai (Ef 1,4-5.16). Para aprofundarmos esse encontro com Jesus e assim experimentarmos esse amor do Pai é necessário rezarmos.

A oração não pode ser na vida do cristão um apêndice, ou um simples ato religioso. A oração deve ser o respiro do cristão! O cristão não deve apenas ter uma vida de oração, mas a sua vida deve ser uma oração.

Deste encontro pessoal com Jesus na oração cresceremos na vida interior, na intimidade profunda com Deus. Existem muitos cristãos que abandonam a Igreja Católica por outros grupos religiosos, ou ainda aderem a certos modismos espirituais e filosóficos que propõem técnicas e ensinamentos para alcançar a paz. Isso se deve por que estes cristãos não tinham uma vida de oração profunda.

Só posso conhecer alguém se tenho uma relação com ele. A mesma coisa acontece na nossa relação com Jesus, só posso crescer na intimidade com ele, se perseverar na amizade. A oração é esse encontro com Jesus, essa experiência com o Espirito Santo que nos revela em Jesus o amor do Pai. Sem oração não podemos viver e nem respirar.

É impressionante o valor que os santos davam a oração, o tempo que a ela dedicavam. Santa Tereza de Jesus, a grande mestra na vida de oração, aconselhava seus filhos a dedicarem pelo menos uma hora, ou até mesmo três horas para rezar. Santa Tereza considerava a oração um contrato de amizade, para ela, a oração era como um encontro importante com Jesus. São Pio de Pietrelcina não parava de rezar. Ele rezava vários rosários ao longo do dia, e ficava admirado com aqueles que não conseguiam rezar. São Cura D´Ars passava noites em adoração e dizia a todos: “o cristão tem duas profissões, rezar e amar”. O Santo entendia que o amar tinha por base o encontro pessoal com Jesus na oração. A Oração é assim a base de toda a vida cristã.

Aqueles que se interessam pela oração sempre se perguntam como rezar? Em nossas postagens futuras, vamos ensinar como rezar.